Três cursos tradicionais que se renovam e seguem em alta no mercado

  • Data
    26 de dezembro de 2017
  • Discussão
    Nenhum comentário

Há cursos tradicionais que, entra ano, sai ano, seguem sempre entre os mais procurados e os que estão mais em alta no mercado. Por mais que surjam novos cursos, muitos deles afinados com as novas tecnologias, os cursos tradicionais não “saem de moda” – e isso se explica por várias razões.

Para começar, esses cursos, por mais antigos e tradicionais que sejam, estão frequentemente se reinventando para permanecerem em destaque. Esse é o caso dos cursos de graduação de Administração, Direito e Psicologia oferecidos pela Faculdade Cesusc. Todos com inscrições abertas através do Processo Seletivo Simplificado.

Cursos sempre em alta no mercado: confira oportunidades em Administração

Tradicionalmente, o administrador de empresas formado em Administração gerencia recursos humanos, materiais e/ou financeiros de uma empresa. Com o tempo, a amplitude dessa atuação só foi crescendo e, hoje, ela é imensa: o administrador pode trabalhar no setor público, no privado e em organizações não governamentais.

Mas, ainda que o papel do administrador tenha se ampliado, a função dele continua sendo a de cuidar do dia a dia de uma organização e definir estratégias que lhe assegurem a sustentabilidade no médio e longo prazo.

Entre as áreas que estão em alta no mercado para esse profissional, uma que está ganhando força diante do aumento dos processos judiciais é a de perito. Nela, o profissional formado em Administração é responsável por elaborar exames periciais em assuntos vinculados às rotinas empresariais.

Oportunidades e belos salários para quem faz a graduação de Direito

Um curso que também se reinventa sempre e apresenta novidades é o de Direito. Essa graduação é oferecida nos períodos matutino e noturno na Faculdade Cesusc. O curso de Direito é um dos mais tradicionais do Brasil, sendo que as primeiras graduações da área foram oferecidas no ano de 1827, em São Paulo (SP) e em Olinda (PE).

De acordo com uma reportagem do portal Exame.com, uma competência em alta no mercado para o profissional de Direito é a atitude empreendedora. Isso porque cada vez mais empresas buscam profissionais de Direito envolvidos em questões que seriam, por definição, de outras áreas, como é o caso das questões comerciais.

Ainda conforme a matéria da Exame, entre as áreas que devem ganhar mais força nesse cenário de crescimento econômico no País, e com grande possibilidade de permanecer em alta no mercado por um longo tempo, estão as que envolvem assuntos empresariais, como Direito Societário, Fusões e Aquisições e Direito relacionado a Contratos.

Da mesma forma, a área Tributária permanece em alta, bem como os especialistas em Compliance (profissional que é responsável por adequar o negócio às normas e à legislação existente). De acordo com a reportagem, esses profissionais do Direito poderão ganhar, em 2018, salários a partir de R$ 4,6 mil (em uma pequena empresa), chegando a até R$ 17,5 mil (em uma empresa de grande porte).

Fatores que favorecem quem faz a graduação em Psicologia

Outro curso tradicional que vem se reinventando é o de Psicologia, oferecido no turno matutino pela Faculdade Cesusc. Essa Graduação da nossa universidade, aliás, é considerada uma das melhores da Região Sul do Brasil.

A tradição dos cursos de Psicologia no Brasil remonta ao ano de 1958, quando foi criada a primeira graduação nessa área em São Paulo. Desde então, esse curso não parou de evoluir e de se reinventar.

A Psicologia é uma das carreiras mais abrangentes na área da Saúde, segundo o site Guia do Estudante. O profissional que faz essa graduação estuda os fenômenos psíquicos e de comportamento por meio da análise das emoções, ideias e valores das pessoas.

Mas a atuação de quem faz Psicologia não se restringe à área clínica ou escolar – também há muitos postos de trabalho em empresas e em agências de emprego. Nesses locais, o papel do profissional de Psicologia é auxiliar no processo de contratação de pessoas, na definição de estratégias e em políticas de recursos humanos.

Uma área que tende a ser cada vez mais promissora para o psicólogo é a de atendimento a idosos, graças ao aumento da expectativa de vida do brasileiro e ao consequente envelhecimento da população – que já está em marcha, inclusive. Segundo o IBGE, em 1991 a expectativa de vida de uma pessoa de 60 anos era de chegar até a idade de 76,7 anos. Em 2016, essa expectativa passou para 82,3 anos, e a previsão é que a longevidade da população continue aumentando.